Publicidade

Como consultar seu saldo da Nota Fiscal Paulista

Publicidade

Você alguma vez já ouvir falar do que se trata a nota fiscal paulista? Como todos sabemos, para que você possa não só abrir, mas também manter um próprio negócio, é necessário seguir uma série de obrigatoriedades.

Dentre essas diversas obrigatoriedades, uma das mais comuns e também uma das mais importantes, é informar ao órgão do governo, quais estão sendo o valor exato de seu faturamento. Segundo o que esta prescrito na Lei Nº 8.846, você deve entregar tal dado ao órgão público responsável, sendo a alternativa mais comum, através da nota fiscal. Portanto, esta aí a sua finalidade.

Publicidade

Entretanto, você sabe como consultar o seu saldo da Nota Fiscal Paulista? Se você deseja obter não só mais informações a respeito, sugerimos que você continue lendo e conferindo todo o conteúdo deste breve e explicativo artigo.

Nota Fiscal Paulista

Nota Fiscal Paulista- O que é e como funciona?

De forma clara e objetiva, o programa Nota Fiscal Paulista foi criado pelo governo do estado de São Paulo , como uma forma de incentivo, no qual os os cidadãos devem exigir do estabelecimento em que efetuaram uma compra, a sua nota fiscal.

A Nota Fiscal em questão, é emitida apenas por empresas ou pessoas que encaixam-se no ramo jurídico. As mesmas, devem obrigatoriamente efetuar a emissão de documentos fiscais, que vão além de notas fiscais, sedo por exemplo: nota fiscal eletrônica e cupom fiscal.

É interessante ressaltarmos que este programa, Nota Fiscal Paulista, iniciou-se no há 14 anos atrás, em 2007.

Quando fornecido o CPF ou CNPJ, logo você terá direito à 20% do ICMS- Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços recolhido pelo estabelecimento ao consumidor.

Publicidade

Por essa razão, é sempre vantajoso fornecermos tal dado no momento em que nossas compras estão sendo passadas no caixa.

Mas como exatamente isto funciona?

Ficou com dúvidas a respeito? Pois então confira a seguir nossa breve explicação:

  1. Quando efetuar qualquer compra que seja, informe qual o número de seu CPF- Cadastro de Pessoa Física, ou se for o caso, o seu CNPJ- Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.
  2. Posteriormente, o vendedor deverá registrar o informado para então, lhe fornecer a Nota Fiscal.
  3. Só então, o IMCS será recolhido pelo estabelecimento e em seguida, , a Secretaria da Fazenda creditará ao consumidor a parcela do imposto que ele tem direito .

O valor portanto, se você terá de volta, pode ser utilizando dentro de cinco anos. Além disso, o mesmo além de poder ser transferido para a sua conta poupança, pode também reduzir o valor do débito do IPVA

Algumas observações que devem ser esclarecidas são:

  • tanto o seu CPF quanto CNPJ podem ser disponibilizadas em notas fiscais online;
  • os 20% que você tem direito devido ao IMCS, são sempre proporcionais à sua compra.

Como consultar seu saldo da Nota Fiscal Paulista

Passo 1: A princípio, você deve acessar o site da Secretaria da Fazenda (http://www.nfp.fazenda.sp.gov.br/nfo/default.asp).

Passo 2: Na tela pela qual você será direcionado, insira o número de seu CPF ou CNPJ no canto esquerdo.

Passo 3: Caso você não tenha um cadastramento prévio, será necessário que insira o seu CPF ou CNPJ no canto direito e então, clique em “Cadastre-se”.

Passo 4: Quando finalizar o se cadastramento, novamente você terá que inserir o seu CPF ou então, CNPJ.

Passo 5: Posteriormente, você poderá conferir no canto superior esquerdo da tela, não só o seu CPF (ou CNPJ) e o seu nome completo, mas também o saldo de sua Nota Fiscal Paulista disponível para saque.

Pronto! Muito simples, não?

O valor em questão pode ser sacado quando quiser, contanto claro, que não ultrapasse os cinco anos máximos.

É interessante ressaltarmos que caso desejar, você pode ter acesso à uma busca mais detalhada, no qual você deve apenas informar o seu CPF ou CNPJ no quadro disponível no centro da tela.

Com ele você pode obter informações como cada documento fiscal emitido em qualquer semestre dos últimos quatro anos.