Publicidade

App para entregar comida – Saiba como funciona

Publicidade

Um app para entregar comida tem sido uma ajuda durante a situação difícil em que vivemos. Isso porque muitos encontraram no delivery, a forma mais eficiente de continuar segurando as pontas. Por isso, ter uma forma de facilitar as entregas e os recebimentos é algo que preocupa os novos empreendedores, pois as formas de pagamento é algo que pode gerar muita dor de cabeça.

Pensando nisso, separamos a dica do iFood como um app para entregar comida, com um passo a passo de como fazer seu cadastro. Além disso, vamos falar também sobre quanto custa para manter o cadastro, como funciona e como usar no dia a dia.

Publicidade

Mas, embora o iFood seja a dica de hoje, saiba que existem outros app para entregar comida, que servem tanto para restaurantes, quanto para entregadores. Outra dica é que, se precisar fazer compras de supermercados com desconto, dá uma conferida no aplicativo da Magalu.

Foto por Freepik

O que é o iFood?

Antes de tudo, para começarmos com a dica bem, precisamos entender o que é o iFood e para quem o aplicativo é voltado. Isso ocorre porque ele possui 3 frentes de atuação: O restaurante, o entregador e o cliente final. Cada frente trabalha de um jeito próprio, mas cada um conversa um com o outro. Essa ideia foi pensada para facilitar a vida de todos os lados.

Mas em um modo geral, o iFood é uma plataforma que trabalha com parcerias com restaurantes. Por ser uma plataforma, existe um espaço dedicado para que o restaurante exponha seu cardápio online. Ter isso faz com que o restaurante tenha mais visibilidade e com mais facilidade de ser encontrado.

Por ser um app para entregar comida de qualquer lugar, não existe restrição para o tamanho do restaurante. É por isso que muitos empreendedores estão surgindo da cozinha de casa, para entregar em toda a cidade ou região. Por isso, a plataforma busca facilitar a forma de gerir as vendas e diminuir a distância entre o restaurante e o entregador.

Como cadastrar no app para entregar comida?

O cadastro é muito simples de se fazer, mas recomendamos que faça direto pelo site. É possível fazer pelo celular, usando o app para entregar comida e receber as notificações, mas se puder, faça por um computador para evitar possíveis erros. Outro detalhe importante: É preciso ter CNPJ para se cadastrar, mesmo sendo MEI.

Publicidade

Por isso, vá até o site oficial e clique em Cadastre-se. Note que o primeiro mês é livre de mensalidade, mas antes de desistir por ter que pagar, continue lendo. Já, já falaremos sobre os custos. Na tela de cadastro, informe seu nome completo, e-mail e telefone. Aqui é importante prestar atenção nos dados, pois é com eles que vai recuperar seu acesso. Clique em Começar o Cadastro e continue.

Quando seguir para a próxima tela, haverá um contrato digital que precisa aceitar. Recomendamos que leia ele todo antes de assinar para garantir que concorda com tudo. Em seguida, o site irá indicar como cadastrar o restaurante, incluir informações de atendimento, cardápio, etc.

Ao final, o iFood fornece um treinamento online para que você possa aprender sobre como Gerir os Pedidos, como receber os pedidos e como efetuar o saque dos ganhos.

Quanto custa para ser parceiro iFood?

Contudo, se as mensalidades te preocupam, saiba que tem os custos são com base nas vendas. Além disso, a plataforma não cobra nada no primeiro mês, te dando tempo para conhecer o app de entregar comida e saber se quer continuar nele. Confira agora como funciona os preços para ser parceiro do iFood:

1Plano Básico

No plano básico, os restaurantes se preocupam com a produção e com a entrega dos produtos. Ou seja, além de produzir, eles mesmos entregam os pedidos. Aqui, a mensalidade é de R$100,00, mas somente se o restaurante faturar R$1.800,00 por mês. Outro detalhe importante é sobre as comissões que são cobradas por pedido:

  1. É cobrado uma comissão de até 12% sobre o valor da venda;
  2. Existe taxa de transação, conforme o método de pagamento for escolhido e se for pago pela plataforma;
  3. Taxa para antecipação de repasse, caso o restaurante quiser adiantar o recebimento.

O preço de entrega é definido pelo restaurante, não ficando por responsabilidade da plataforma em entregar o produto.

2Plano Entrega

Já neste plano, o restaurante tem como preocupação apenas produzir. O app de entregar comida se responsabiliza pelas entregas, formas de pagamemento e contato com o motoboy. No entanto, o custo da mensalidade é de R$130,00, também cobrado somente se faturar R$1.800,00 por mês. Já as comissões são:

  1. Comissão de até 23% em cima do valor do pedido;
  2. Taxa de transação baseada no método de pagamento;
  3. Taxa de antecipação de repasse também.

Os valores são mais altos porque a plataforma cuida de tudo, e justifica que é o necessário para cobrir os custos de manter a plataforma.