Publicidade

Auxílio Brasil — Novo valor de R$500 está disponível

Publicidade

Valores de R$500,00 estão sendo recebidos por favorecidos do programa do governo Auxilio Brasil. Análises feitas com os dados do Ministério da Cidadania mostraram que desde a última semana há parte dos cidadãos recebendo o valor de R$562,00. As atualizações dos valores estão ocorrendo com a integração dos abonos complementares.

Portanto, caso esteja inscrito no programa Auxílio Brasil, é indicado que fique atento ao calendário e a sua conta nos próximos dias, pois os seus valores do benefício podem receber um aumento. Além do mais, no mês passado muitos beneficiários do programa receberam um aumento nos valores devido aos abonos complementares.

Publicidade

Além do mais, algumas pessoas integrantes do benefício do governo receberam mais do que R$500,00. Sendo elas moradoras das cidades de Normandia, em Roraima, Campinápolis, no Mato Grosso e Santa Rosa dos Purus, no Acre. Veja mais informações sobre o aumento dos valores do Auxílio Brasil a seguir.

Auxílio Brasil
Auxílio Brasil (Imagem do Google)

Conheça mais sobre o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil nada mais é do que o Bolsa Família com algumas atualizações. Desse modo, algumas mudanças no benefício e na forma de pagamento foram feitas. Há quase 20 anos, o Bolsa Família foi feito com o objetivo de realizar uma transferência de renda, e desse modo, ajudar no sustento de diversas famílias de classe baixa do Brasil.

Este ano o Presidente Jair Bolsonaro deu uma repaginada no programa e alterou o nome para Auxílio Brasil. Alguns pré-requisitos são necessários para ter acesso ao benefício. Entre eles, famílias com renda de até R$89,00 por pessoa. Bem como, famílias que possuam renda de até R$178,00 e possuam crianças ou adolescentes.

Além disso, é necessário que a família esteja cadastrada no CadÚnico. O CadÚnico é o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal que coleta dados e analisa as famílias de baixa renda no país. Além do mais, podem ocorrer mudanças quanto às exigências para fazer parte do programa, visto que o Auxílio Brasil foi criado há pouco tempo.

Como receber mais de R$500,00 no programa Auxílio Brasil?

Para receber mais de R$500,00 no Auxílio Brasil é preciso que o inscrito no programa social faça parte de alguns dos itens dos abonos complementares. Desse modo, uma única pessoa pode estar inscrita em mais de uma lista. Quanto mais benefícios possuir, maior será o valor que irá receber, visto que o governo realiza um somatório das bolsas e auxílios.

Publicidade
  • Auxílio Esporte Escolar — adolescentes de 12 a 17 anos podem fazer parte, desde que sejam referência em competições oficiais do ensino brasileiro e que suas famílias façam parte do programa Auxílio Brasil. Além disso, essas famílias irão receber por mês R$100 ou R$1.000 de parcela única;
  • Bolsa de Iniciação Científica Júnior — com a bolsa, famílias recebem de R$100,00 ao mês ou R$1.000,00 em única parcela caso os filhos estudantes possuam bons resultados em competições acadêmicas;
  • Auxílio Criança Cidadã — com este auxílio, os pais que não conseguem matricular os filhos menores de 4 anos em creches públicas ou em creches conveniadas por falta de vaga, recebem o valor R$200,00 caso a criança esteja matriculada em meio período e R$300,00 caso esteja matriculada em período integral;
  • Auxílio Inclusão Produtiva Urbana — com este auxílio, pessoas com emprego formal e que consigam mostrar o vínculo, recebem o valor de R$200,00.

Além disso, há outras maneiras de receber os valores do abono. Entre elas, ao fazer parte da Inclusão Produtiva Rural. Agricultores e familiares que possuam inscrição no CadÚnico recebem o benefício de R$200,00. Assim como quem teve aumento de renda e não se enquadra mais nas regras do auxílio recebe por 24 meses os valores do programa.

Como cadastrar e fazer parte do programa

Se você preenche os requisitos e deseja fazer parte do programa, saiba a seguir como se cadastrar de maneira rápida e fácil e garantir o benefício do Auxílio Brasil. No entanto, não há a possibilidade de realizar um cadastro de maneira direta. Portanto, para isso você deverá se inscrever no CadÚnico e sempre manter os seus dados em dia.

O Ministério da Cidadania seleciona com os dados do CadÚnico os possíveis beneficiários do Auxílio Brasil. Portanto, se você ainda não é inscrito no CadÚnico, poderá com a sua família decidir que irá até o Cras (Centro de Referência da Assistência Social) para fazer o cadastro. Para isso, a pessoa escolhida deverá levar até o Cras os documentos de todas as pessoas da família.

Desse modo, só pode realizar o processo de forma física e não virtual. Além disso, o pagamento do Auxílio Brasil é feito nas mesmas contas que foi realizado o pagamento do auxílio emergencial. No entanto, caso ainda não tenha, crie uma da Caixa Tem de maneira fácil e rápida com as informações passadas no momento em que o CadÚnico foi realizado.