Auxílio Brasil – Calendário de inscrições 2022

Publicidade

Nesse post vamos falar sobre o calendário de inscrições de 2022 para o programa Auxílio Brasil. Desse modo, o momento tão aguardado para saber sobre as datas de aberturas da inscrição já chegou. Na quinta-feira (14), o Ministério da Cidadania revelou por meio da Instrução Normativa no Diário Oficial da União todo o calendário para que as pessoas realizem a atualização do cadastro.

Portanto, quem deseja se inscrever para participar do programa não deve fazer por meio do aplicativo ou de alguma outra plataforma do Auxílio Brasil. Ademais, o primeiro passo é se registrar e inscrever a família no Cadastro Único. Esse funciona como o banco de dados do Governo. Com o Cadastro Único o Governo agrupa as informações sobre a população brasileira que possui renda baixa.

Publicidade

E é por meio desses dados que as famílias são adicionadas nos programas sociais, como Auxílio Brasil, Vale Gás, Auxílio Creche, entre outros. Logo, é essencial que mantenha sempre os seus dados atualizados. Desse modo, informe se trocar de endereço, de número de telefone, se ocorrer algum casamento, nascimento, mudança de renda ou outros acontecimentos.

Auxílio Brasil
Auxílio Brasil (Imagem do Google)

Saiba mais informações sobre o Auxílio Brasil

Até o dia 13 de agosto todas as famílias que recebem o benefício do Auxílio Brasil e estão cadastrados como na linha da pobreza, mas que recebem valores mensais por pessoa de até R$525,00, valor 2,5 maior do que os definidos para essa faixa, irão precisar atualizar os dados no CadÚnico. Ademais, caso não realizem a atualização podem não receber mais o benefício ou tê-lo suspenso.

No entanto, as famílias que estão abaixo da linha da pobreza, ou seja, que recebem como renda mensal por pessoa o valor de até R$210,00 não estão obrigadas a realizarem a atualização dos dados no CadÚnico. Desse modo, a solicitação fica apenas para as famílias que ultrapassam como renda mensal por pessoa os valores definidos como da linha da pobreza.

Além disso, o Governo revelou essa disposição em um momento em que muitas pessoas que fazem parte do benefício em Salvador não estavam conseguindo ter acesso às plataformas digitais. Desse modo, as pessoas estavam com dificuldades para manter os dados atualizados. Assim como, a transferência de renda ativa.

Quem pode se cadastrar para receber o auxílio?

O benefício ajuda as pessoas com uma renda extra. Desse modo, há alguns pré requisitos que as pessoas devem ter para participarem do programa. Há dois grupos com diferentes requisitos, o de família em situação de extrema pobreza e o de família em situação de pobreza. Desse modo, veja a seguir quem pode se cadastrar para receber o auxílio:

  • as pessoas que já recebiam o Bolsa Família terão o pagamento do auxílio fornecido de maneira automática;
  • a família que já está registrada no CadÚnico, mas que não recebia o Bolsa Família ficam em uma lista de reserva;
  • quem não recebia o Bolsa Família e não está registrado no CadÚnico, deve realizar o seu cadastro e da família por meio do CRAS. No entanto, para essas pessoas não há uma certeza se vão receber o benefício.

Além disso, a família precisa ter entre os seus integrantes, gestantes, crianças, lactantes, adolescentes, ou jovens de até 21 anos. Ademais, as famílias que se enquadram na situação de estrema pobreza, com renda mensal por pessoa de até R$105,00, podem ter acesso ao benefício. Assim como, pessoas com renda familiar entre R$105,01 e 210,00.

Publicidade

Como se inscrever e atualizar o cadastro

O aplicativo do cadastro único é uma novidade que está facilitando o processo de inscrição e de atualização dos dados cadastrais. Desse modo, acesse a Play Store ou a App Store e realize o download do aplicativo. Após, efetue o login o faça o cadastro. Além disso, você também poderá acessar por meio do site do Cadastro Único.

Desse modo, nas plataformas do Cadastro Único, quem ainda não possui o registro dos dados, pode realizar o atendimento presencial no CRAS ou algum outro posto que oferece esse serviço. Além disso, é possível enviar documento para que os dados sejam atualizados. Desse modo, com as plataformas do Cadastro Único, você pode manter os seus dados sempre atualizados.

Portanto, após a realização do pré cadastro, o responsável da família deve se dirigir ao CRAS com os documentos necessários para realizar o registro familiar no Cadastro Único. Isso fará com que a família tenha chances de participar dos programas sociais do governo. Desse modo, tanto para a atualização de dados, quanto para o cadastro, veja os serviços disponíveis nessas plataformas:

  • Realizar a consulta por CPF;
  • fazer uma consulta simples sobre o processo;
  • realizar uma consulta completa;
  • fazer o pré-cadastro e agendar a data e o horário do atendimento presencial;
  • ter acesso ao comprovante de cadastro;
  • atualização cadastral por confirmação;
  • ver os benefícios;
  • localizar os postos de atendimento próximos à sua residência.
Publicidade