Publicidade

Auxílio Brasil — Descubra como reajustar o valor do seu benefício

Publicidade

O novo projeto Auxilio Brasil foi atualizado novamente. Desse modo, muitos dos membros estão conseguindo novos ajustes nos valores recebidos por mês. Além do mais, segundo uma análise realizada pelo Datafolha com o valor do Auxílio hoje as famílias de baixa renda não conseguem ter todas as suas necessidades supridas.

Portanto, é possível aumentar com alguns ajustes o valor recebido. Pois, apesar de o valor comum ser de R$400,00 ao mês, muitas das pessoas que possuem este benefício conseguem receber até R$560,00. No entanto, para isso será necessário que a pessoa e a família se encaixem em alguns pré-requisitos para receber os abonos complementares.

Publicidade

O segurador pode conseguir esses abonos a partir de diversos outros auxílios que existem. Além do mais, muitas pessoas já estão recebendo pagamentos com valores do auxílio superiores a R$500,00. Como moradores das cidades de Normandia (RR), Santa Rosa do Purus (AC) e Campinápolis (MT). Saiba mais informações a seguir.

Auxílio Brasil
Auxílio Brasil (Imagem do Google)

Conheça mais sobre os abonos no Auxílio Brasil

O pagamento do Auxílio Brasil de R$400,00 é a base. No entanto, há diversas outras quantias que podem ser adicionadas por meio de abonos complementares para acrescentar no total do pagamento. Os valores dos abonos variam segundo a categoria de benefício e os requisitos, com valores entre R$65,00 e R$200,00 aproximadamente.

Para que a pessoa inscrita no programa Auxílio Brasil receba os abonos, ela precisa cumprir pré-requisitos. Cada tipo de abono possui um pré requisito diferente. Assim como, alguns limitam os valores a receber para até um número máximo de pessoas na família, como ocorre no Benefício Composição Familiar.

Além disso, alguns dos abonos possuem pagamento de modo diferente. Desse modo, enquanto algumas opções como a do Auxílio Inclusão Produtiva Rural o pagamento é mensal, em outras, como na Bolsa de Iniciação Científica Júnior, o pagamento pode ser tanto mensal quanto em parcela única. E ainda, há opções em que não há definição dos valores como no Benefício Compensatório de Transição.

Como calcular os abonos no Programa do Governo

A soma de quanto cada família irá receber é feita de acordo com as bolsas e os auxílios em que os membros possuem os pré-requisitos. Dessa forma, os valores podem variar para cada família brasileira. Além disso, existem tanto abonos complementares quanto básicos. Portanto veja mais sobre cada um deles e o valor:

Publicidade
  • Benefício Primeira Infância – para que a família receba este benefício, é necessário que entre os membros possuam crianças de até 36 meses. E ainda, que a renda familiar por pessoa seja de até R$210,00. No mais, caso os pré requisitos sejam cumpridos, a família terá direito a adicionar mais R$130,00 por membro, até o número máximo de 5;
  • Benefício Composição Familiar – seguindo a mesma linha do benefício anterior, este também é para famílias de baixa renda. No entanto, é necessário que a família possua membros de 36 meses até 21 anos. Cada membro receberá o valor de R$65,00. Porém este benefício é para no máximo 5 pessoas por família;
  • Benefício de Superação da Extrema Pobreza – este benefício é para as famílias que mesmo após receberem os valores mensais do Auxílio Brasil, continuam com a renda abaixo do limite de extrema pobreza. Não há um valor fixo, cada família irá receber um valor calculado de maneira individual;
  • Auxílio Esporte Escolar – este auxílio é para adolescentes de 12 a 17 anos que conquistam bons desempenhos nas competições oficiais acadêmicas de jogos. Desse modo, o estudante ganha o direito de receber R$1.000,00 em parcela única ou R$100,00 por mês.

Além destes benefícios, há muitos outros que cada família pode adicionar caso preencham os pré-requisitos. Entre eles a Bolsa de Iniciação Científica Júnior, o Auxílio Criança Cidadã, o Benefício Compensatório de Transição, o Auxílio Inclusão Produtiva Urbana e o Auxílio Inclusão Produtiva Rural.

Como cadastrar e fazer parte do programa

Após verificar se preenche os pré-requisitos para fazer parte do programa Auxílio Brasil, saiba como conquistar o direito do valor mensal de maneira fácil e prática. Porém, não existe uma inscrição direta para o Auxílio Brasil. Desse modo, é necessário se cadastrar no CadÚnico e não esquecer de manter sempre os seus dados atualizados.

Desse modo, após se cadastrar no CadÚnico, o Ministério da Cidadania irá verificar se você preenche ou não os pré-requisitos para receber o direito ao Auxílio Brasil. Portanto, é importante fazer a inscrição no CadÚnico. Desse modo, escolha com sua família uma pessoa como representante e então ela deverá ir até o Crás com os documentos dos membros para a inscrição.

Logo, não há uma maneira para realizar a inscrição no Auxílio Brasil de forma virtual. Além disso, esta conta é a mesma que os valores da Bolsa Família passados. No entanto, caso não possua uma conta no Caixa Tem, é necessário criar para que você e sua família possa receber o benefício.