Publicidade

Bolsa Família 2021: Novos Valores e Calendário de Pagamentos

Publicidade

Você é beneficiário do Bolsa Família 2021? Se a resposta for sim, é bom acompanhar esse artigo, pois vamos tratar de todos os detalhes do Bolsa Família deste ano, além dos novos valores vamos também mostrar os calendários de pagamentos para este ano de 2021.

Vale lembrar, que com a chegada da pandemia no ano de 2020, e posteriormente o lançamento do auxílio emergencial em todo Brasil, o benefício do Bolsa Família foi substituído pelo auxílio emergencial, essa regra continua valendo, porém, o que tiver o maior valor é o quê prevalecerá.

Publicidade

O Bolsa Família 2021 com certeza nunca foi tão necessário como na época em que vivemos, devido a grande recessão econômica em que vivemos, causadas pela pandemia, nunca antes na história, registrou-se uma recessão mundial econômica tão grande como agora.

Bolsa Família 2021
Imagem: (Google) Bolsa Família 2021

Bolsa Família 2021

Primeiramente é bom lembrar que o programa Bolsa Família, é um programa que transfere renda dos recursos do Governo Federal para a população mais carente de nosso país, no entanto, após a troca de governo, o programa sofreu algumas modificações, vamos conhecer todas essas mudanças.

Vale frisar, que existe a possibilidade do auxílio emergencial ser prorrogado mais uma vez, assim também como programa Renda Cidadã que entrou como substituto do Bolsa Família, no entanto, o governo voltou atrás e o programa permaneceu com esse nome e com esses fundamentos; o tradicional ”Bolsa Família”.

Nesse ano de 2021, a proposta do programa, é obter mais recursos, que poderão vir dos orçamentos do governo, para dessa forma auxiliar milhões de brasileiros que se encontram em situação vulnerável. De acordo com a secretária do Tesouro Nacional, mais famílias serão inclusas no cadastro nesse ano 2021.

Pagamentos do Bolsa Família 2021

Uma mudança importante, foi exatamente na forma de pagamento do programa, a Caixa Econômica, começou a fazer os depósitos para os beneficiários, por meio da conta poupança social digital, dessa forma, todo cidadão que recebe o benefício acaba tendo uma conta na Caixa Econômica Federal.

Publicidade

Dessa forma, os beneficiários poderão continuar a sacar os recursos através do cartão Bolsa Família ou também pelo Cartão Cidadão, no entanto, a conta digital que é também já conhecido dos brasileiros como ”Caixa Tem”, já está sendo utilizada desde o ano passado, tanto para saques como para resgate do FGTS.

Dessa forma a caixa passa a oferecer a opção de fazer saques no próprio banco, seja com Cartão Cidadão ou com cartão do Bolsa Família, é possível também fazer os saques nas casas lotéricas e também nos caixas eletrônicos credenciados. Realmente facilitou muito o acesso.

Como usar o aplicativo Caixa tem para receber do programa Bolsa Família

Caso você queira usar o aplicativo Caixa Tem, não é preciso fazer nem um novo cadastro e nem mesmo obter novas senhas. O beneficiário poderá usar exatamente a mesma senha do cartão social. Quando receber o crédito, é possível também realizar compras em padarias, supermercados e farmácias com cartão de débito virtual, que está presente na plataforma Caixa Tem.

Através da plataforma pode-se pagar conta de telefone, luz, água e até mesmo boletos, independentemente da sua origem, caso você ainda não tenha acesso à plataforma Caixa Tem, é preciso ir até alguma agência da Caixa Econômica Federal, com seus documentos pessoais para dessa forma criar o seu cadastro.

O público em geral que tem direito ao programa Bolsa Família, são as pessoas menos favorecidas, em situação de pobreza ou de miséria. Por isso mesmo é precisa estar atento se você preenche todos os requisitos básicos para recebimento do Bolsa Família ou do auxílio emergencial.

Quem tem direito a receber o benefício

  • Famílias em situação de pobreza com renda mensal de até r$ 89 por pessoa.
  • Famílias em situação de pobreza com renda mensal entre r$ 89 e r$ 178 por pessoa.
  • Famílias em situação de pobreza que fazem parte do programa e terem crianças, gestantes ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Informações importantes

Para se cadastrar, é preciso os seguintes documentos: certidão de nascimento, carteira de identidade, CPF, carteira de trabalho, título de eleitor, comprovante de residência e para os dependentes é necessário também a certidão de nascimento e o RG do dependente em questão.

Os valores para Bolsa Família 2021 são de r$ 89 mensais para famílias que se encontram em situação de pobreza, já o benefício variável, é concedido para as famílias em situação de pobreza extrema, em que possuem crianças, gestantes ou adolescentes, nesse caso o valor pode ser de r$ 41, sendo que cada família pode acumular até 5 benefícios.

Famílias com adolescentes de 16 e 17 anos poderão obter até 2 benefícios sendo de r$ 48 cada um. Existe também o benefício para superação da pobreza extrema, sendo que cada família poderá receber apenas um benefício por mês, o valor será calculado através da renda da família.  Para mais informações acessem as plataformas oficiais do governo ou a nossa categoria de aplicativos. Boa sorte!